Introdução a Thelema

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Introdução a Thelema

Mensagem por Guapo em Qua Mar 18, 2015 3:52 pm

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.

Em grego Θελημα (Thelema) palavra que significa Vontade.

É uma corrente de evolução espiritual focada na realização da Vontade do indivíduo, sendo encarada por seus praticantes como filosofia ou religião que foca na Individuação, percebendo a essência divina dentro de cada um.
"Todo homem e toda mulher é uma estrela”
... Por ser divina a Vontade de um indivíduo não é conflitante com a Vontade de outro.

"Como irmãos lutai!"
... Pois percebe que o outro é teu irmão e a vida para cumprir a Vontade é uma batalha.

“Não existe Deus senão o homem.”
... pois “Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta.” No Interior do homem esta o que denominam D’us... A densificação grosseira deste principio é o Nosso veiculo, que chamamos ego ... que é o nosso verdadeiro Diabo.
Com os Dogmas e falso moralismo alimenta-se o ego e afasta-se de D’us.
Thelema é a Lei da Liberdade por ser livre de dogmas, sendo amoral (e não imoral!). É identificada como a Lei do Novo Aeon (Nova Era, Era de Horus).

"A palavra do Pecado é Restrição.”... O pecado é ir contra a própria Vontade e não contra o moralismo criado por egos... Conhecendo a si mesmo para tornar-se teu próprio senhor... O que não o levar a Realização da Vontade é ilusório.

"Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei", é a frase usada como saudação thelemita mostrando o compromisso com a Lei, sendo o “queres” indicando a Vontade. Simbolizada também pelo valor Gematrico 93.
Portanto Thelema (Vontade) significa a Vontade em concordância com o Eu Superior, e não os desejos do Ego. Sendo a missão desta encarnação realizar a Vontade.

“Os escravos servirão.”
Ir contra a Verdadeira Vontade é tornar-se os escravos que servirão... É manter-se atrelado a roda Karmica dos renascimentos... Não assumir as próprias responsabilidades.

“A lei do forte: esta é a nossa lei e a alegria do mundo” ... Pois aceita as próprias adversidades sem atribui-las a D'us. O Thelemita assume as proprias rédeas da vida e as consequências.

"Amor é a lei, amor sob vontade"... Sendo a essência da Vontade o Amor, e mesmo assim, nem mesmo ele colocado acima do cumprir a Vontade... é usada como despedida thelemita mostrando o compromisso com a Lei... Abreviada pelo valor Gematrico 93 93/93. Sendo Agape do mesmo valor 93.

O Livro base é o  Liber Al vel Legis  (“O Livro da Lei”) ditado ao Mago Inglês Aleister Crowley por um ser suprafisico identificado como Aiwass no Cairo - Egito nos dias 8, 9 e 10 de abril de 1904.
Crowley posteriormente identifica Aiwass como seu Eu Superior... De fato Thelema foi primeiramente citada por François Rabelais em sua obra Gargantua e Pantagruel. Crowley como um erudito leu tal obra (o cita no Liber XV)... Independente de a autoria ser de Crowley ou não, ele quem a apresentou e consolidou como um método de evolução espiritual para o buscador que aceita a Lei da Liberdade.

Amor é a Lei, Amor sob Vontade.
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Passando do Velho ao Novo Aeon

Mensagem por Guapo em Qua Mar 18, 2015 4:23 pm

Coloco aqui um ótimo texto de Charles Stanfield Jones que transmite a essencia da mensagem Thelemita:


Charles Stanfield Jones escreveu:
Passando do Velho ao Novo Aeon

Como deveis saber, entramos em Novo Aeon. Uma Verdade mais alta foi dada ao mundo. Esta Verdade está à espera de todos que conscientemente a aceitam; mas tem que ser percebida antes que possa ser compreendida, e dia a dia aqueles que a aceitaram, e estão tentando vivê-la, aprendem mais e mais de sua Beleza e Perfeição.

O novo ensino parece estranho a princípio; e a mente é incapaz de abarcar mais que um pouquinho do que ele em verdade significa. Apenas quando estamos vivendo a Lei, pode aquele pouquinho se expandir na infinita perspectiva do todo.

Eu gostaria de que partilhásseis comigo um pedacinho desta grande Verdade que se tornou clara para mim nesta manhã de sol; eu gostaria de que viésseis comigo - se assim for vossa vontade - um pouquinho só além do Velho Aeon, e contemplásseis por um momento o Novo. Então, se o que vedes vos agrada, talvez fiqueis conosco; ou, talvez, voltareis atrás por algum tempo; mas uma vez a estrada esteja aberta, e o Caminho visível, sempre podereis retornar, num instante, apenas reajustando vossa Visão Interna à Verdade.

Vós sabeis quão profundamente nós fomos sempre impressionados pelas idéias do Nascer e do Pôr do Sol; e como nossos irmãos de eras passadas, vendo o Sol desaparecer à noite e surgir novamente de manhã, basearam todas as suas idéias religiosas nesta concepção única de um Deus Morto e Ressuscitado.

Esta era a idéia central da religião do Velho Aeon; mas nós a deixamos para trás, porque se bem que parecia estar baseada na Natureza (e os símbolos da Natureza são sempre verdadeiros), nós já crescemos além dessa idéia, a qual, mesmo na Natureza, é apenas uma aparência. Desde a época quando esse Ritual de Sacrifício e Morte foi concebido e declarado, nós, através da observação de nossos cientistas, viemos a saber que não é o Sol que se ergue e põe; mas a Terra sobre a qual vivemos gira de tal forma que sua sombra nos separa da luz solar durante aquilo que nós chamamos a noite. O Sol não morre, como pensavam os antigos; Ele está sempre fulgindo, sempre irradiando a Luz e Vida. Parai por um momento, e adquiri uma concepção clara deste Sol: como Ele está fulgindo de manhã cedo, fulgindo ao meio-dia, fulgindo à tarde, e fulgindo a meia-noite. Tendes esta idéia claramente formulada em vossa mente? ENTÃO PASSASTES DO VELHO AO NOVO AEON.

Agora, consideremos o que ocorreu convosco. A fim de assumirdes esta concepção mental do Sol sempre-fulgente, que fizeste? Vós vos identificastes com o Sol. Vós saístes da consciência deste planeta, e por um instante vos considerastes como Entes Solares. Então, para que voltar atrás? Podeis ter retrocedido involuntariamente, porque a Luz era tão ofuscante que pareceu Escuridão. Mas avançai novamente, desta vez mais por completo, e consideremos juntos quais serão as mudanças em nossa concepção do Universo.

No momento em que nos identificamos com o Sol, nós percebemos que nos tornamos à fonte de Luz: que nós, também, estamos agora brilhando gloriosamente; mas ao mesmo tempo, percebemos que a Luz do Sol não mais é para nós; nós não podemos mais ver o Sol, tal como em nossa estreita consciência do Velho Aeon, não poderíamos ver nós mesmos. Em volta nossa há Noite perpétua; mas esta é a Luz Estelar do Corpo de Nossa Senhora Nuit, na qual vivemos, e nos movemos, e temos nosso ser. Então, desta altura, nós contemplamos aquele pequeno Planeta, do qual nós, faz um momento, éramos parte; e Nos vemos emitindo a Nossa Luz sobre todos esses pequenos indivíduos que chamáramos de irmãos e irmãs, os escravos que servem. Mas não paremos aí. Imaginai o Sol concentrando, seus raios por um momento sobre um minúsculo local: a Terra. O que acontece? A Terra se vaporiza, ela é consumida, desaparece. Mas em nossa Consciência Solar há Verdade, e através desta, contemplamos por um momento a esferazinha que deixamos para trás. Ela não mais é; no entanto , existe aquilo que resta. O que resta? O que aconteceu? De súbito, percebemos que "todo homem e toda mulher é uma estrela". Olhamos em nossa volta e contemplamos nossa herança mais ampla: vemos o Corpo de Nossa Senhora Nuit. Agora estamos em escuridão; estamos muito mais perto dela. Aquilo que, visto do pequenino planeta, parecia apenas pontinhos de luz, agora esbraseia como outros grandes Sóis; e estes em verdade são nossos irmãos e irmãs, cuja essencial e Estrelar natureza nós nunca antes percebêramos que havíamos deixado para trás.

Há lugar para todos aqui; cada um viaja em Sua própria verdadeira Via; tudo é Alegria.

Agora, se desejais retroceder ao Velho Aeon, fazei-o. Mas tentai levar na memória que esses em volta vossa são na realidade Sóis e Estrelas; não pequenos escravos trêmulos. Se não quereis ser um Rei vós mesmos, entretanto admiti que eles têm direito à Realeza, mesmo como vós tendes este direito, quando quiserdes aceitá-lo. E no momento em que quiserdes aceitá-lo, tendes apenas que vos lembrar disto — Olhai as coisas do ponto de vista do Sol.

Frater Achad (Charles Stanfield Jones)
http://www.ocultura.org.br
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Malklord em Qua Mar 18, 2015 7:00 pm

Thelema,
Está ai uma filosofia que muito me chama a atenção,
Mas eu acredito que ela é muitíssimo mal interpretada por muitos adeptos...

Assim como diversas filosofias.

Mas vamos em frente,
Excelente tópico,
Parabéns!

_________________
Malklord:: M.'.I.'.P.'.A.'.

Ominia in Unum

kabbalah, esoterismo , qliphoth , magia , ocultismo , celtas , força , wicca , verdade , ocultismo, occultismo, alquimia, sol, lua, astrologia, planetas, filosofia, sabedoria, busca, conhecimento, astrum argentum, arcanum arcanorum, hermetismo, religiões, cura, candomblé, umbanda, exu, orixás, anjos, demônios, deuses, forças da natureza, judeus, cristãos, Cristo, fogo, água, terra, ar, yin, yang, existencia, daemon, goetia, luz, escuridão, opostos, darkness, light, sun, moon, angels, michael, gabriel, rafael, adonai, mente, estudo, ciencia, meditação, force, grimoire, sabaoth,cernunos, mabon, graal, calice, arthur,artur,hermes,hermetico, alquimia, alchemy, pedra, filosofal, arcano, eliphas, levi, saint germain, fraternidade branca, sociedade teosifica, yggdrasil,ayahuasca, plantas de poder, Runas, rune, power, poder, hebraico, grego, grecia, roma, igreja
avatar
Malklord
Admin

Mensagens : 318
Data de inscrição : 15/08/2014

Ver perfil do usuário http://www.aemaeth.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Neo em Qua Mar 18, 2015 8:46 pm

Parabéns pelo tópico, Guapo!
Como o Malk também vejo a Thelema ser muito mau interpretada, talvez pelo fato de ser algo um tanto filosófico e as pessoas têm dificuldade com isso(vide:Bíblia Sagrada).
O fato é que consigo encaixar muitas das minhas teorias neste conhecimento e acho que vale o estudo.
avatar
Neo
Iniciado

Mensagens : 193
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Malklord em Qua Mar 18, 2015 9:05 pm

Neo escreveu:(vide:Bíblia Sagrada).

Bem verdade Neo,
Inclusive quando digo para alguns que a Bíblia fala de eventos espirituais e não de coisas deste mundo muitos torcem o nariz.

Creio que a Thelema também tenha interpretações bem profundas tal qual a Bíblia, mais especificamente e Torah.

E além de tudo os homens falhos, também acabam manchando o nome dessas fontes de sabedoria...

Mas enfim.

Como já foi dito no aguardo de mais postagens para que possamos discutir.

Saudações!a

_________________
Malklord:: M.'.I.'.P.'.A.'.

Ominia in Unum

kabbalah, esoterismo , qliphoth , magia , ocultismo , celtas , força , wicca , verdade , ocultismo, occultismo, alquimia, sol, lua, astrologia, planetas, filosofia, sabedoria, busca, conhecimento, astrum argentum, arcanum arcanorum, hermetismo, religiões, cura, candomblé, umbanda, exu, orixás, anjos, demônios, deuses, forças da natureza, judeus, cristãos, Cristo, fogo, água, terra, ar, yin, yang, existencia, daemon, goetia, luz, escuridão, opostos, darkness, light, sun, moon, angels, michael, gabriel, rafael, adonai, mente, estudo, ciencia, meditação, force, grimoire, sabaoth,cernunos, mabon, graal, calice, arthur,artur,hermes,hermetico, alquimia, alchemy, pedra, filosofal, arcano, eliphas, levi, saint germain, fraternidade branca, sociedade teosifica, yggdrasil,ayahuasca, plantas de poder, Runas, rune, power, poder, hebraico, grego, grecia, roma, igreja
avatar
Malklord
Admin

Mensagens : 318
Data de inscrição : 15/08/2014

Ver perfil do usuário http://www.aemaeth.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Guapo em Sab Mar 21, 2015 9:20 pm

Exatamente meus caros Thelema é como Magia, é amoral... a intenção e principalmente o sujeito é que lhe da um uso maligno.

Therion escreveu:Homens de “natureza criminosa” simplesmente estão em conflito com sua Verdadeira Vontade. O assassino tem a Vontade de viver e sua Vontade de assassino é uma falsa Vontade divergindo da sua Verdadeira Vontade, uma vez que ele retira a responsabilidade da sociedade ao obedecer o seu impulso criminoso.

Prosseguindo então ... o texto de Achad transmite o conceito de Æon (Nova era para os místicos):

Æons seriam períodos de tempos onde a humanidade passa por uma evolução coletiva... Estamos no período denominado como Æon de Horus (a criança conquistadora) filho de Osiris e Isis.
Seu inicio seria justamente com a anunciação do Livro da Lei.
Nisso se baseia a filosofia de Thelema: Liberdade, vigor, virilidade, sem falso moralismo, grandes mudanças, alegria, ser seu próprio senhor, etc.
Desde que foi anunciado em 1904 houveram mudanças absurdas em varias áreas... tecnologia e comportamento humano são destaques.
Aqui você é o responsável pelas consequências de suas escolhas... a ideia de um sacerdote poder perdoa-lo pelos seus erros ficou no Æon passado.

O Æon Anterior relatado no texto seria o de Osiris. Período patriarcal das religiões Cristãs, Judaicas, Islã, etc...
Este período o homem era o senhor e a mulher seu apêndice. Nisso baseava-se o homem através de seu esperma impregnar a mulher e gerar vida.
A formula do deus bom sacrificado esta aqui repetida de varias formas... Jesus é o principal exemplo onde sacrifica a si mesmo para redimir o homem de seus pecados.
A ideia era comportar-se e privar-se ou iria para toda a eternidade para um local onde seria punido.

Antes deste veio o Æon de Isis... da Grande deusa. Período Matriarcal onde a mulher era divina por inexplicavelmente gerar filhos. Povos muito antigos que praticavam sacrifícios humanos. Não havia preocupação com o que vinha depois da morte.

No Æon de Horus a concepção é que depois da morte vira o continuar da caminhada do indivíduo... A "Grande Festa" é a celebração quando o indivíduo se desfez do corpo material e partiu deste mundo de provações e ilusões.
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Neo em Qui Mar 26, 2015 9:58 pm

Aguardando a continuação.
avatar
Neo
Iniciado

Mensagens : 193
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

"Panteão Thelemita"

Mensagem por Guapo em Dom Mar 29, 2015 9:58 pm

Veremos então sobre o "panteão thelemita"

O "Panteão" Thelemita, visto como panteão por quem vê Thelema como religião... Possui entidades egípcias em maior parte. farao

3 Destes são mostrados na Estela da Revelação.

Estela da Revelação foi um artefato que a esposa de Crowley (na época Rose Edith Kelly) reconheceu a entidade que queria contatar Crowley como sendo Hórus.

Dias antes de receber o Livro da Lei Crowley afirma ter levado a um museu no Cairo para a mulher lhe mostrar quem era a tal divindade que queria contata-lo.
Rose não era ocultista e não tinha conhecimentos sobre egiptologia... perambularam pelo museu passando por diversas representações de Hórus e Rose indicou o artefato nº 666 do museu contendo a divindade que queria contatar Crowley... A Estela da Revelação sendo uma tábua mortuária do sacerdote Ankh-af-na-khonsu onde esta o mesmo de frente para Hórus sentado em seu trono ao lado de um falcão. Sobre eles esta Hadit representado pelo globo alado com as duas serpentes... e contornado e cobrindo a imagem está arqueada Nuit.

Crowley ainda faria varios testes para confirmar os conhecimentos sobre Hórus que Rose repentinamente havia obtido... conhecimentos que Rose não fazia a menor ideia sendo atribuições Qabalisticas... mas passou em todos os testes para a surpresa de Crowley.

Nuit seria a deusa egípcia dos céus Nu... Hórus representado como o senhor da guerra ... e Hadit uma divindade egípcia descoberta por Crowley.
Estas sendo as 3 divindades que tiveram suas mensagens apresentadas no Liber Al nos 3 Capítulos.

Crowley posteriormente se identificara como sendo a reencarnação de Ankh-af-na-khonsu e o profeta do Novo Aeon o propagador da mensagem dos deuses.



Liber al Vel Legis I: 14 escreveu:14. Acima, o adornado azul-celeste é
O esplendor nu de Nuit;
Ela se curva em êxtase para beijar
Os ardores secretos de Hadit.
O globo alado, o azul estrelado,
São meus, Ó Ankh-af-na-khonsu!
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Neo em Qua Abr 01, 2015 8:19 pm

Guapo escreveu:Veremos então sobre o "panteão thelemita"

O "Panteão" Thelemita, visto como panteão por quem vê Thelema como religião... Possui entidades egípcias em maior parte. farao


Você compartilha desta visão?
avatar
Neo
Iniciado

Mensagens : 193
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Guapo em Qui Abr 02, 2015 7:57 pm

Não.

Thelema para mim é uma filosofia-religiosa... religiosa pela interpretação de religar a D'us... Sem cultos e adorações a entidades... Não é dogmática por ser a Lei da liberdade e respeitar a individualidade de cada um. Pois o que serve para A não serve para B ou C.

"Todo homem e toda mulher é uma estrela"

"Faze o que tu queres deverá ser o todo da Lei."

Mas respeito e estimo tais entidades (não só thelemitas) por serem manifestações de princípios do TODO... assim como nós também somos!

Salmo 82

1 Deus está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses.

2 Até quando julgareis injustamente, e aceitareis as pessoas dos ímpios?

3 Fazei justiça ao pobre e ao órfão; justificai o aflito e o necessitado.

4 Livrai o pobre e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios.

5 Eles não conhecem, nem entendem; andam em trevas; todos os fundamentos da terra vacilam.

6 Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.

7 Todavia morrereis como homens, e caireis como qualquer dos príncipes.

8 Levanta-te, ó Deus, julga a terra, pois tu possuis todas as nações.



Não há lei além de Faze o que tu queres. Very Happy
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Neo em Qui Abr 02, 2015 10:39 pm

Concordo.
Aguardo por mais postagens.
avatar
Neo
Iniciado

Mensagens : 193
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Malklord em Qui Abr 02, 2015 11:37 pm

Fato, todas as crenças são válidas, pois Aemaeth nao pode ser compreendida em nosso atua estagio evolutivo, ate mesmo os mais brilhantes de nós são Crianças perante os mistérios do Multiverso...

Mas continue, mostrar a Thelema sem o misticismo que alguns a envolve é bastante esclarecedor


Saudações!!

_________________
Malklord:: M.'.I.'.P.'.A.'.

Ominia in Unum

kabbalah, esoterismo , qliphoth , magia , ocultismo , celtas , força , wicca , verdade , ocultismo, occultismo, alquimia, sol, lua, astrologia, planetas, filosofia, sabedoria, busca, conhecimento, astrum argentum, arcanum arcanorum, hermetismo, religiões, cura, candomblé, umbanda, exu, orixás, anjos, demônios, deuses, forças da natureza, judeus, cristãos, Cristo, fogo, água, terra, ar, yin, yang, existencia, daemon, goetia, luz, escuridão, opostos, darkness, light, sun, moon, angels, michael, gabriel, rafael, adonai, mente, estudo, ciencia, meditação, force, grimoire, sabaoth,cernunos, mabon, graal, calice, arthur,artur,hermes,hermetico, alquimia, alchemy, pedra, filosofal, arcano, eliphas, levi, saint germain, fraternidade branca, sociedade teosifica, yggdrasil,ayahuasca, plantas de poder, Runas, rune, power, poder, hebraico, grego, grecia, roma, igreja
avatar
Malklord
Admin

Mensagens : 318
Data de inscrição : 15/08/2014

Ver perfil do usuário http://www.aemaeth.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Guapo em Qui Abr 09, 2015 7:00 pm

Ok

Tendo sido assimilado o conteúdo acima (com isso temos uma ideia não dogmática e sim simbolico-filosofica de Thelema)... poderemos passar para outras "divindades" controversas vindas da religião Cristã:



Babalon conhecida como a "Mulher Escarlate", "Grande Prostituta", "Meretriz", "Grande Puta", etc.
Crowley a identifica como a personificação da tão mal falada cidade da Babilônia dos escritos hebreus.

... O Simbolismo destes "apelidos" tem o significado de que Babalon não rejeita ninguém que a busque e se entregue a ela. Isto é, que o indivíduo se entregue ao seu verdadeiro Eu (sem dogmas e falso moralismo da personalidade)... quando se "entrega" abre mão da personalidade que é "destruída" quando o buscador cruza o Abismo e se confronta com Choronzon (Ego)... ele "entrega o seu sangue no cálice dos Santos de Babalon (cálice que é um símbolo para útero... Graal). Para renascer como um Bebe do outro lado (purificado)... Ela o aguarda do outro lado do abismo na entrada para a Cidade das Pirâmides... A Fraternidade dos Santos que cruzaram o Abismo... a A.'.A.'. (Grande Fraternidade Branca).

Fica claro que Thelema esta interligada com diversos conhecimentos "Ocultos".

Nestas atribuições simbólicas vemos ligação com a... Arrow Alquimia

Mas para um melhor entendimento é preciso também observar algumas considerações de Qabalah...  Arrow A Sabedoria da Kabbalah

Choronzon é o guardião do Abismo (Daath)... demônio da dispersão que Dee identificou e expôs no sistema Enochiano (cujo trabalho de Crowley deu origem ao Liber 418).

Babalon está associada a Sephira de Binah.

Os tópicos linkados serão bastante úteis para a compreensão deste.

Bem...

Segue o selo de Babalon... cujo o mesmo também está no selo da ordem A.'.A.'. (por motivos óbvios) que Crowley com J. C. Jones desenvolveram para auxiliar o buscador a chegar a Verdadeira A.'.A.'. (essa sim é estritamente espiritual conhecida também com Grande Fraternidade Branca).

 

Babalon representa um ótimo arquétipo para o rompimento com a ideia cristã de pecado.

Babalon é representada no Arcano Maior XI do Baralho desenvolvido por Crowley e cujas cartas foram desenhadas por Lady Frieda Harris (Livro de Thoth) que  traz o titulo "LUST" (desejo sexual)... Sexo é algo maravilhoso, um ato de partilha. Não é algo sujo e vergonhoso como foi visto no passado... Aeon passado... pensamento ultrapassado. Não que seja um pensamento ruim, pois ele também no PASSADO trouxe evolução de consciência coletiva para a humanidade... Mas o Velho da lugar ao Novo.



Babalon também representa a liberdade da mulher e a equivalência ao homem... Não sendo submissa ou propriedade do mesmo sendo livre para amar como bem quiser:

"Todo homem e toda mulher é uma estrela"

Algumas passagens do Livro da Lei:

I -15. "Agora vós sabereis que o sacerdote e apóstolo escolhido do espaço infinito é o príncipe-sacerdote a Besta; e na sua mulher chamada a Mulher Escarlate todo o poder é concedido. Eles deverão reunir minhas crianças em sua congregação: eles deverão trazer a glória das estrelas para os corações dos homens."

III -43. "Que a Mulher Escarlate tome cuidado! Se piedade e compaixão e ternura visitarem seu coração; se ela deixar o meu trabalho para brincar com velhas doçuras; então a minha vingança será conhecida. Eu matarei a sua criança: Eu trarei desarmonia ao seu coração; Eu a banirei dentre os homens; como uma rameira encolhida e desprezada ela se arrastará por entre ruas sombrias e úmidas, e morrerá de frio e de fome."

A interpretação do Livro da Lei é algo individual... mas observando o simbolismo podemos ver sentido diferente nas palavras.
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Neo em Sab Abr 11, 2015 12:10 am

Muito bom Guapo.
Mas vale lembrar que a visão do sexo como algo sujo não passa de uma má interpretação dos profanos.
avatar
Neo
Iniciado

Mensagens : 193
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Malklord em Sab Abr 11, 2015 9:51 am

De fato,
Essa visão da sexualidade como algo ruim e pecaminoso serviu para conduzir a humanidade em sua infância, no entanto o desequilíbrio sexual visto hoje é o reverso da moeda.

Como diria Chico Xavier:

Chico Xavier escreveu:Se todas as outras potencialidades foram dadas ao homem para sua evolução, porque seria diferente com a função sexual?

Ou seja nada de pecado, mas também faz-se necessário o equilíbrio da função sexual, pois Gamaliel demonstra sua oposição a Yesod e aqueles que buscam ascender podem se perder nas ilusões da esfera lunar e cair nos tuneis de Maeth.

Saudações!

_________________
Malklord:: M.'.I.'.P.'.A.'.

Ominia in Unum

kabbalah, esoterismo , qliphoth , magia , ocultismo , celtas , força , wicca , verdade , ocultismo, occultismo, alquimia, sol, lua, astrologia, planetas, filosofia, sabedoria, busca, conhecimento, astrum argentum, arcanum arcanorum, hermetismo, religiões, cura, candomblé, umbanda, exu, orixás, anjos, demônios, deuses, forças da natureza, judeus, cristãos, Cristo, fogo, água, terra, ar, yin, yang, existencia, daemon, goetia, luz, escuridão, opostos, darkness, light, sun, moon, angels, michael, gabriel, rafael, adonai, mente, estudo, ciencia, meditação, force, grimoire, sabaoth,cernunos, mabon, graal, calice, arthur,artur,hermes,hermetico, alquimia, alchemy, pedra, filosofal, arcano, eliphas, levi, saint germain, fraternidade branca, sociedade teosifica, yggdrasil,ayahuasca, plantas de poder, Runas, rune, power, poder, hebraico, grego, grecia, roma, igreja
avatar
Malklord
Admin

Mensagens : 318
Data de inscrição : 15/08/2014

Ver perfil do usuário http://www.aemaeth.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Guapo em Seg Abr 20, 2015 7:07 pm

Verdade Neo... mas o problema é quando essas e outras ignorâncias são usadas para fazer mal a outras pessoas (ou encher os bolsos).

Bem lembrado Malklord... espero que também fale das Qliphoth no topico sobre Kabbalah. Twisted Evil


O que disseram ajudara a conceber a proxima "divindade":

Therion

Therion é representado como a Besta que é montada por Babalon (veja a carta de Tarot acima)... Representada também no apocalipse de são João.

Therion é associado a Chockmah... Ímpeto e potencial, (também usado neste aspecto mais abstrato como Caos) mas  que precisa ser "limitado" por Binah (Babalon).

Crowley usou entre seus motes Therion (666)... aqui com a conotação de quem traz a mudança e o fim de um ciclo com uma conotação diferente da bíblia.

O próprio quando questionado quanto ao conceito "satânico" indicava que estes nomes e o numero estavam eram ligados a conceitos "herméticos".

É preciso ver que Crowley adorava chocar... uma das maneiras de abrir a mente para uma ideia (crença) é em vez de nega-la é dar lhe um sentido diferente para a mesma... assim já se livrando de Dogmas.

A besta no contexto thelemita por isso é algo positivo para a humanidade.

Nestes aspectos o nome "Besta" tem sentidos distintos nas varias vezes que é mencionado no Liber Al.
avatar
Guapo
Estudioso

Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/03/2015
Idade : 26
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Malklord em Ter Abr 21, 2015 10:20 am

Guapo (246) escreveu:
espero que também fale das Qliphoth no topico sobre Kabbalah.

Irei falar sim...
Mas tudo a seu tempo...

Existem conhecimentos que devem ser usados com o devido cuidado...
Muitos serão os evocadores de plantão que aparecerão para dizer isso ou aquilo dos 72 Daemons...

As forças opostas existem para provar se os buscadores estão aptos a adentrar nos mistérios e proteger as energias puras de mãos profanas.

Mas isso é assunto para outro tópico.


Saudações!

_________________
Malklord:: M.'.I.'.P.'.A.'.

Ominia in Unum

kabbalah, esoterismo , qliphoth , magia , ocultismo , celtas , força , wicca , verdade , ocultismo, occultismo, alquimia, sol, lua, astrologia, planetas, filosofia, sabedoria, busca, conhecimento, astrum argentum, arcanum arcanorum, hermetismo, religiões, cura, candomblé, umbanda, exu, orixás, anjos, demônios, deuses, forças da natureza, judeus, cristãos, Cristo, fogo, água, terra, ar, yin, yang, existencia, daemon, goetia, luz, escuridão, opostos, darkness, light, sun, moon, angels, michael, gabriel, rafael, adonai, mente, estudo, ciencia, meditação, force, grimoire, sabaoth,cernunos, mabon, graal, calice, arthur,artur,hermes,hermetico, alquimia, alchemy, pedra, filosofal, arcano, eliphas, levi, saint germain, fraternidade branca, sociedade teosifica, yggdrasil,ayahuasca, plantas de poder, Runas, rune, power, poder, hebraico, grego, grecia, roma, igreja
avatar
Malklord
Admin

Mensagens : 318
Data de inscrição : 15/08/2014

Ver perfil do usuário http://www.aemaeth.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Introdução a Thelema

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum